PSG/Twitter
PSG/Twitter

Paris Saint-Germain avisa ao Barcelona que não quer se desfazer de Neymar

Clube francês reitera desejo de manter atacante no elenco e diz não querer ouvir propostas

Redação, O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2019 | 12h26

O Paris Saint-Germain mudou sua forma de conduzir o caso de sua principal jogador e agora diz não estar disposto a ceder Neymar para o Barcelona. Segundo o jornal espanhol Mundo Deportivo, a diretoria da equipe francesa já enviou ao time catalão o recado de que não está disposta a negociar o atacante brasileiro, mesmo com as propostas milionárias e a oportunidade até mesmo de receber jogadores em troca da liberação do camisa 10.

De acordo com o jornal espanhol, ao receber o aviso do PSG, o Barcelona pediu para ser comunicado em caso de mudança de ideia e garantiu que vai manter o interesse em Neymar, apesar da negativa. As conversas sobre a negociação foram tratadas diretamente pelos dois presidentes, com Nasser Al-Khelaifi, pelo PSG, e Josep Maria Bartomeu pelo lado catalão.

Frustrado com a negativa, o Barcelona gastou até agora nesta janela de transferências cerca de R$ 1 bilhão. A principal contratação foi o atacante francês Antoine Griezmann, ex-Atlético de Madrid. Os outros novos nomes no clube são o volante Frenkie De Jong, do Ajax, assim como os brasileiros Emerson, lateral do Atlético-MG, e goleiro Neto, ex-Valencia.

Para Entender

Mercado da bola na Europa: veja as principais negociações

Gigantes europeus estão investindo pesado para mais uma temporada; fique por dentro das movimentações

O grande impasse sobre o futuro atrapalhou o trabalho de Neymar durante a pré-temporada. Além de estar em recuperação de uma lesão no pé direito sofrida antes da Copa América, o atacante teve conversas com a diretoria do time francês para tratar sobre o plano de continuar na equipe ou não. Em uma das reuniões, o camisa 10 chegou a comunicar o diretor esportivo Leonardo que pretendia sair.

O Paris Saint-Germain está na China, em preparação para o início do calendário europeu. A equipe do treinador alemão Thomas Tuchel vai estrear no Campeonato Francês no dia 17 de agosto, quando enfrenta o Rennes, fora de casa. Já neste sábado, a equipe terá um amistoso em Macau contra a Inter de Milão. Neymar não está relacionado. O jogador ainda não se manifestou sobre essa nova postura do clube francês. Ele tem contrato com o PSG por mais três temporadas. Quando voltou, manifestou sua vontade de deixar Paris.

  VEJA O COMENTÁRIO DE ROBSON MORELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.