Ian Langsdon/EFE
Ian Langsdon/EFE

Paris Saint-Germain pode ser vendido

Fundo de investimento proprietário da maior parte do clube quer vender sua participação

EFE

12 de abril de 2011 | 09h29

PARIS - O fundo de investimento americano Colony Capital, proprietário de 95,8% do clube de futebol Paris Saint-Germain, comunicou seu interesse em vender sua participação, revelou nesta terça-feira o jornal francês Le Parisien.

 

Como publicou o periódico, o representante na Europa do fundo de investimento, Sébastien Bazin, decidiu pedir a um mediador especializado nesse tipo de transações que acelere a cessão de sua participação no clube.

 

Embora o acionista principal até agora só considerasse a entrada de novos acionistas no capital do clube, buscando um sócio para ajudar a financiar as novas contratações de jogadores, Bazin parece ter a intenção de ceder sua participação, informa o "Le Parisien".

 

Avaliado entre 50 e 60 milhões de euros, o clube parisiense está passando por um período difícil, com poucas vitórias, e precisa de investimento para reativar-se e comprar jogadores que permitam se classificar para a Liga dos Campeões.

 

Nesta temporada, o Paris Saint-Germain tem o maior terceiro orçamento da primeira divisão do campeonato francês, com 80 milhões de euros, mesmo nível do Bordeaux e atrás do Marselha, com 140 milhões de euros, e do Lyon, que tem 150 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.