Parreira agora é "ex-retranqueiro"

Em um dos momentos de pressão, meses antes do Mundial de 1994, Carlos Alberto Parreira disse que o "gol era detalhe" numa partida, ao rebater críticas a seus sistema de jogo. A frase, lapidar, entrou para o folclore do futebol brasileiro e definia na ocasião a "filosofia tática" do treinador, afinal campeão do mundo. Graças a um eficiente sistema defensivo, a um meio-de-campo consistente, a um Romário demolidor, a um Taffarel iluminado para agarrar pênaltis na final e a um Roberto Baggio com chute descalibrado quando a Itália mais precisava dele.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.