Parreira alerta para falta de atenção

O técnico Carlos Alberto Parreira lamentou a falta de atenção do time, depois da virada parcial contra o Flamengo, e reconheceu que o Corinthians deixou de ganhar três pontos "por bobeira". Ponderado, ele afirmou que o "relaxamento" será motivo para uma palestra com o grupo. "Vai ter um alerta. Isso não era para ter acontecido." Mesmo decepcionado, o treinador corintiano deixou claro que não pensa em fazer alterações na equipe que perdeu por 4 a 3, no Maracanã. "A concentração tem de ser até o final. Esse resultado pode fazer falta na classificação final", afirmou Parreira. Apesar do tom crítico, o treinador evitou dar dimensão às falhas da equipe. "Não vamos procurar metáforas, eufemismos. O time relaxou, desconcentrou, foi isso." O atacante Deivid também atribuiu a derrota à falta de atenção e disse que o Corinthians deveria ter tocado a bola assim que ficou em vantagem no placar. Ele ressaltou ainda que houve intranqüilidade depois que o Flamengo empatou (3 a 3). Para o zagueiro Fábio Luciano, a maior falha foi no setor de marcação, o que permitiu ao Flamengo fazer 2 a 0 no primeiro tempo. Ele disse que as circunstâncias da derrota vão servir como lição para o Corinthians. Não quis associar o insucesso ao fato de seu time atuar com três atletas no meio-de-campo. "A defesa não atuou sobrecarregada", garantiu. Romário - Parreira não hesitou em responder a uma pergunta sobre a eventual presença de Romário na seleção brasileira. "Pelo momento que passa, ele tem de ser chamado, nem que para um ou dois amistosos", disse o treinador. "É o último artilheiro do Campeonato Brasileiro e disputa a artilharia no Rio-São Paulo, é homem-gol.?

Agencia Estado,

03 Março 2002 | 20h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.