Parreira avisa que está tudo bem com o atacante Ronaldo

O treinador da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, avisou que está tudo bem com o atacante Ronaldo. Numa conversa informal com jornalistas na porta do Hotel Kempinski, em Königstein, na manhã desta quinta-feira (horário da Alemanha), o técnico confirmou que o jogador, que se queixou de tontura e dor de cabeça na na quarta, participará do treinamento marcado para o período da tarde, no CT SportPark - o primeiro desde a vitória na estréia da Copa contra a Croácia - e que foi informado pelo departamento médico de toda a situação do atleta.Pouco tempo depois da conversa de Parreira com a imprensa, Ronaldo apareceu e seguiu em direção à academia, que fica num prédio anexo ao do hotel. Antes de voltar rapidamente ao seu quarto para pegar o aparelho iPod, o atacante fez sinal de positivo para os jornalistas, mesmo sem falar com ninguém. Juntamente com o lateral-direito Cafu, Ronaldo foi à academia para fazer reforço muscular.O dia ainda promete muito para o atacante, que terá de explicar sua situação para toda a imprensa mundial presente em Königstein. Ronaldo deverá ser muito abordado na zona mista que acontecerá pouco antes do início do treinamento da tarde. A previsão é que o médico da seleção, José Luís Runco, também dê entrevista para falar do assunto.Por causa da tontura e dor de cabeça na tarde de quarta-feira, Ronaldo foi levado a um hospital de Frankfurt por precaução, de acordo com sua assessoria de imprensa. O atacante foi submetido a exames - incluindo uma endoscopia - e nada foi constatado.Esse já é o terceiro problema de saúde vivido pelo jogador desde o inicio da preparação brasileira para a Copa. Primeiro foram as bolhas causadas pela costura de sua chuteira e, depois, um dia de descanso forçado por causa de uma febre. Além disso, Ronaldo se envolveu numa polêmica com o presidente Lula e foi mal na estréia do Brasil contra a Croácia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.