Parreira chama Cris para amistosos da Seleção

O técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, convocou neste domingo o zagueiro Cris, do Cruzeiro, para os amistosos contra a França, quinta-feira no Stade de France, em Paris, na comemoração do centenário de fundação da Fifa, e do dia 21, no Camp Nou, em Barcelona, contra a seleção da Catalunha. Parreira teve de chamar o cruzeirense porque Juan, zagueiro do Bayer Leverkusen alemão, reclama de mialgia e será avaliado pelo médico da seleção José Luís Runco, nesta terça-feira, já na capital francesa.Cris é um dos três jogadores que atuam em clubes do futebol brasileiro convocados para os amistosos. Os outros são o meia Alex, também do Cruzeiro, e o goleiro Fábio, do Vasco. Eles viajam nesta segunda-feira à tarde para Paris, junto com os integrantes da comissão técnica e dezenas de convidados pela Fifa para o jogo contra a França. Lá, se juntam terça-feira aos jogadores que atuam no futebol europeu relacionados por Parreira.O zagueiro cruzeirense foi suspenso recentemente por nove meses do futebol pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol, por ter brigado com o goleiro Eduardo, do Atlético-MG, na decisão do Campeonato Mineiro. Mas obteve efeito suspensivo da pena e está jogando normalmente.A seleção que se reúne nesta terça-feira em Paris estará bastante desfalcada em relação à convocação inicial feita pelo técnico Carlos Alberto Parreira. Ele teve que desconvocar quatro jogadores: Marcos (Palmeiras), Luís Fabiano (São Paulo) e Felipe (Flamengo), porque seus clubes estão envolvidos na disputa da Taça Libertadores da América ou na Copa do Brasil; e Lúcio (Bayer Leverkusen), porque o zagueiro ainda está se recuperando de uma lesão no joelho.Além disso, Cafu, Adriano, Dida e Júnior só devem estar à disposição de Parreira na quarta-feira, pois amanhã participam de jogo de futebol beneficente em Milão, com renda revertida para a Fundação Cafu. A seleção brasileira tem programados dois treinos antes da partida contra a França, terça e quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.