Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Parreira completa a lista na terça-feira

A decisão do técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, de aumentar de 18 para 22 o número de convocados para as duas primeiras partidas das eliminatórias da Copa do Mundo abriu cinco vagas a atletas que atuam por clubes brasileiros e que serão relacionados na terça-feira. Um deles é nome certo: trata-se do atacante Luís Fabiano, do São Paulo. Alex, do Cruzeiro, e Diego, do Santos, também devem integrar o elenco. Hoje, durante a divulgação da lista com os nomes dos "estrangeiros", o treinador informou que um goleiro será um dos convocados e os demais lugares divididos entre meias e atacantes. Como a presença de "surpresas" na lista foi descartada por Parreira, a possibilidade de ampliar o número de atletas com quem ainda não trabalhou é praticamente nula. Na disputa pela vaga no gol brasileiro Júlio César, do Flamengo, é o favorito para figurar no complemento da lista para os jogos com Colômbia e Equador. O jogador, além de sustentar o bom desempenho apresentado desde o ano passado, é admirado pelo coordenador-técnico Zagallo. No entanto, Marcos, do Palmeiras, o titular da seleção na Copa de 2002, é um nome forte, embora tenha decepcionado a comissão técnica ao demonstrar pouca disposição em viajar em abril para amistoso no México, do qual foi dispensado. No meio-de-campo, Alex e Diego são os mais cotados na lista de Parreira. Hoje, além dos dois atletas, o atacante santista Robinho foi elogiado pelo treinador. Mas, a má fase de Robinho pode ser um empecilho para sua convocação. A seu favor estão o talento e a habilidade. Fortes trunfos, já que o técnico deixou claro que uma convocação para a seleção não é inviabilizada pelo momento ruim de um atleta. Mas é o atacante Luís Fabiano um dos nomes com presença garantida na lista de Parreira. O jogador, vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 16 gols, já foi convocado este ano para a disputa da Copa das Confederações, na França, e é um dos atletas de maior destaque da posição no futebol brasileiro. Com menos possibilidades de figurar na lista surgem Gil, do Corinthians, e Illan, do Atlético-PR.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 16h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.