Parreira desmente que tenha liberado sexo aos jogadores

O técnico da seleção brasileira de futebol, Carlos Alberto Parreira, desmentiu que tenha liberado o sexo para os jogadores da seleção brasileira durante o Mundial da Alemanha.Em nota divulgada no site da CBF, o treinador afirmou que as declarações atribuídas a ele não eram verdadeiras. "(O treinador) se sente obrigado a afirmar que jamais tratou dessa questão (sexo) com o teor que está sendo incompreensivelmente noticiado", explicou a CBF.A polêmica questão sobre a pratica de sexo durante a Copa teria acontecido após uma entrevista de Parreira para a revista inglesa Maxim. O treinador teria dito que "o sexo antes de uma partida de futebol não traria problemas, pois é sempre bom".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.