Parreira deve perder briga para europeus

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a comissão técnica da seleção estão fazendo o possível para não alardear uma trapalhada dos organizadores do torneio que vai apontar os classificados da América do Sul para a disputa do Mundial de 2006. O jogo com o Paraguai, em 31 de março, foi programado para uma data reservada pela Fifa a amistosos das seleções nacionais. Mas a Confederação Sul-Americana optou por marcar uma rodada do torneio nos dois últimos dias de março. Dessa forma, os clubes europeus não são obrigados a liberar com cinco dias de antecedência os atletas convocados para os jogos do fim do mês das eliminatórias da Copa do Mundo. O prazo que passa a vigorar para o compromisso com o Paraguai é de 48 horas. Ou seja, o técnico Carlos Alberto Parreira só deve contar com todo o grupo para treinar na segunda-feira, dia 29, antevéspera do jogo. Vários atletas devem chegar à Granja Comary, em Teresópolis, nessa data, inviabilizando qualquer planejamento razoável de preparação da equipe. Os cinco pré-convocados ontem, durante entrevista de Parreira na sede da CBF, Dida, Cafu, Kaká, Roberto Carlos e Ronaldo, vão estar à disposição de seus clubes no domingo, dia 28, para rodadas importantes dos Campeonatos Italiano e Espanhol. Portanto, só se apresentariam no dia seguinte. Com isso, não teriam nem condições de participar regularmente da atividade de segunda-feira, possivelmente um treino tático. Parreira vem adotando um discurso duro, dando conta de que os jogadores vão ter mesmo de se apresentar com cinco dias de antecedência, como rezaria o Estatuto do Jogador, da Fifa. Mas um alto funcionário da CBF confirmou hoje para a Agência Estado que a hipótese de Parreira contar com o grupo todo durante cinco dias "é reduzida". "Nas atuais circunstâncias, o clube só libera o atleta antes de 48 horas se quiser. "Vamos precisar de muita negociação", disse o funcionário, pedindo para não ser identificado, "porque o assunto é confuso demais".

Agencia Estado,

02 de março de 2004 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.