Parreira diminui a intensidade dos treinamentos do Brasil

Na reta final da Copa, o técnico Carlos Alberto Parreira não quer mais forçar o ritmo de trabalho. Por isso, diminuiu a intensidade dos treinos da seleção brasileira, fazendo apenas a manutenção física e alguns ajustes táticos para as partidas que restam no Mundial da Alemanha. Nos últimos dias, em Bergisch Gladbach, cidade na região de Colônia onde a seleção brasileira está concentrada desde o começo da semana, os treinos têm sido leves. Nada de coletivos ou trabalhos físicos muito puxados. São exercícios de aquecimento, finalizações, dois toques e algum treinamento de posicionamento tático. Um dos motivos dos treinos mais leves é justamente evitar contusões como a de Robinho. No treino de sábado, o atacante sentiu dores na coxa direita após dar um chute na bola. Ele foi medicado e já começou tratamento, mas os médicos da seleção vão conhecer a gravidade da lesão apenas neste domingo. ?Já fizemos muitos treinos antes de chegar aqui. Não há mais necessidade de fazer coletivos?, explicou Parreira, preocupado com o desgaste dos jogadores a partir das oitavas-de-final da Copa, ?Daqui para frente, se tudo der certo, teremos 4 jogos em 13 dias.? O planejamento da seleção brasileira, desde o começo da preparação em Weggis, na Suíça - a delegação foi para lá no dia 22 de maio -, foi para chegar ao auge a partir desta etapa do Mundial. ?A triagem já foi feita na primeira fase e as gorduras foram eliminadas. Agora começa a Copa de verdade?, afirmou Parreira. Programação Nesse ritmo, a seleção brasileira volta a treinar neste domingo, a partir das 16h45 (11h45 pelo horário de Brasília), no SSG 90 Stadion, em Bergisch Gladbach. Deve ser mais um trabalho leve, sem exigir muito dos jogadores, como previu o próprio Parreira no sábado. Depois, na segunda-feira, o Brasil volta a treinar no mesmo horário e local. E na terça, faz o jogo contra Gana, em Dortmund, pelas oitavas-de-final da Copa - a partida está programada para começar às 12 horas (horário de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.