Parreira disfarça reservas de Croácia para testar defesa

O posicionamento da defesa diante do ataque da Croácia e a bola alta sobre a área brasileira foram as prioridades do técnico Carlos Alberto Parreira no treino da seleção comandado nesta sexta-feira, no SportPark, em Königstein.Na parte inicial do treino, o técnico comandou o primeiro coletivo desde que a seleção chegou à Alemanha. O time titular, o mesmo que estará na Copa, venceu a partida, que durou 38 minutos, por 3 a 0, com gols de Adriano, Kaká e Cafu. Ronaldo, que não treinou na quinta-feira, em Offenbach, por causa de uma gripe, participou normalmente do coletivo, embora tenha demonstrado certa lentidão.Mas o mais importante para Parreira no coletivo era a defesa. Ele armou a equipe reserva de forma semelhante à Croácia, com Fred e Robinho atuando mais abertos pelas pontas e Ricardinho avançando pelo meio, como se fosse um terceiro atacante - estilo de jogo semelhante ao do meia Niko Kranjcar, filho do técnico Zlatko Kranjcar e "cérebro" da equipe. Na defesa "croata", que atua com três zagueiros, Gilberto Silva jogou mais recuado.No coletivo, Parreira repetiu algumas jogadas de bola alta, principalmente lançamentos vindos do outro goleiro. Depois, a bola aérea nas faltas e escanteios foi a prioridade no treino tático, do qual participaram Dida, os laterais, os zagueiros, Emerson e os grandalhões Kaká e Adriano na colaboração com a defesa. Zé Roberto ficou na sobra para preparar os contra-ataques - que, em campo, serão puxados pelos dois Ronaldos, que não participaram dessa parte do treino.Dida ainda permaneceu em campo treinando bolas altas com o preparador de goleiros Wendell, enquanto os meias e atacantes fizeram treino de finalização. Neste sábado, Parreira comandará mais um treino coletivo no SportPark.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.