Parreira e Zagallo ironizam técnico uruguaio

Demorou uma semana, mas o técnico Carlos Alberto Parreira reagiu nesta terça-feira às declarações do treinador da seleção uruguaia, Juan Ramón Carrasco. Numa manifestação pouco cordial, Carrasco elogiou o nível dos jogadores, mas questionou a qualidade dos treinadores brasileiros, em especial do técnico da seleção. Chegou mesmo a dizer que entendia de futebol muito mais que Parreira. Hoje, na entrevista coletiva em que anunciou a lista dos convocados para dois próximos jogos das eliminatórias, Parreira respondeu a Carrasco. ?Nem consegui dormir à noite quando soube das declarações dele?, disse o treinador, com um sorriso irônico no rosto.O coordenador-técnico da seleção, Mário JorgeLobo Zagallo, demonstrou irritação e disse que manifestações deste tipo devem ser encaradas como ?provocações?. "Basta olhar a posição dele (Carrasco) e a nossa. O que ele ganhou na vida?", perguntou Zagallo. ?Continuamos respeitando o Uruguai, mas não vamos aceitar esse tipo de provocação?, acrescentou Zagallo.As seleção de Brasil e Uruguai se enfrentam no dia 19 deste mês, em Curitiba pela quarta rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006. A equipe brasileira, que lidera o torneio com seis pontos, jogará três dias antes contra o Peru, em Lima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.