Parreira irredutível: só divulga lista dia 15

Carlos Alberto Parreira continua irredutível. Não dá, em nenhuma hipótese, pista sobre a lista dos 23 jogadores da Seleção Brasileira que irão à Copa do Mundo. Só divulgará os nomes no dia 15, prazo limite imposto pela Fifa. A grande dúvida continua sendo o goleiro Marcos, do Palmeiras, que não joga desde 11 de fevereiro. E antecipou que Ronaldinho Gaúcho terá de descansar na Suíça, nos 20 dias de preparação do Brasil antes da estréia no Mundial.Convidado para abrir o 12º Congresso Brasileiro de Psicologia do Esporte, nesta quarta, na Universidade São Judas, em São Paulo, Parreira revelou que já está com a relação praticamente fechada. "Dúvidas eu não tenho, mas há situações que devemos analisar. Houve mudanças de rumo em situações que estavam perfeitamente equacionadas. Estamos analisando quem está jogando e quem não está . A hora não é para se ter surpresas. Meu princípio é não ter princípios. Cada caso será analisado."O treinador ainda disse que o repouso será a maior preocupação nos 20 dias de treinos da seleção na Suíça. "Alguns jogadores vão ter de descansar. Os do Barcelona (na final da Copa dos Campeões, dia 17), Edmílson, Ronaldinho Gaúcho... Esses terão de se recuperar do desgaste físico emocional. Outros terão de trabalhar a parte física, se condicionar."Por fim, Parreira garantiu que não teme o tão decantado favoritismo brasileiro e a motivação dos adversários para destruí-lo. "Nuca usamos esta expressão ?teoria da conspiração?. Vamos jogar na casa dos inimigos, 14 seleções fortes da Europa, que vão fazer de tudo para ganhar do Brasil. Pela primeira vez o Brasil vai sair daqui como favorito e todas as vezes que ganhamos uma Copa saímos daqui desacreditados. A hora é de mudar esse conceito. Por que não podemos sair favoritos e vencer? Vamos quebrar esse paradigma."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.