Parreira libera jogadores para os clubes

A seleção brasileira volta a ficar incompleta a partir desta sexta-feira, por conta de compromissos de vários jogadores com seus clubes na Europa. Oito atletas chamados por Carlos Alberto Parreira foram liberados após a partida de contra a França e só se reapresentam na segunda-feira, véspera da partida contra a seleção da Catalunha. São os que atuam por equipes da Espanha, Alemanha e França.Ronaldo e Roberto Carlos voltam para o Real Madrid, que tenta neste fim de semana, na rodada de encerramento do Campeonato Espanhol, conquistar pelo menos o vice. O título já é do Valencia, que soma 77 pontos até agora, e o Real (terceiro lugar com 70 pontos) luta pela segunda posição com o Barcelona (72) de Ronaldinho Gaúcho. Para isso, precisa vencer o Real Sociedad, no estádio Santiagio Bernabeu, e torcer para que o Barça seja derrotado pelo Zaragoza, fora de casa.Já Belletti, que está indo para o Barcelona, vai ajudar o Villarreal a sacramentar uma vaga na Copa da Uefa no jogo, fora de casa, contra o Valladolid. O time tem 54 pontos, em sexto lugar, e é perseguido de perto pelo Sevilla, que terá o volante Júlio Baptista contra o Osasuna, e pelo Atletico de Madrid, equipes que somam 52 pontos.Já os franceses da seleção estão bem mais tranqüilos. Edmílson e Juninho Paulista só terão o trabalho, neste fim de semana, de confirmarem a conquista do tricampeonato nacional. É que a equipe em que jogam, o Lyon, tem 3 pontos e 14 gols de saldo a mais do que o Paris-Saint Germain. Uma diferença, na prática, impossível de descontar. Assim, Juninho e Edmílson irão fazer a festa em casa, pois o Lyon recebe o Lille.O zagueiro Juan, com estiramento muscular na coxa esquerda, não deverá mesmo jogar pelo Bayer Leverkusen contra o Stuttgart, jogo que pode até definir o vice-campeão alemão (o Bayer tem 62 pontos, o Sttutgart soma 64 e o atual vice-líder, o Bayern de Munique, está com 65). Mesmo assim, ele já seguiu para a Alemanha e vai reencontrar a seleção só no dia 28, no Brasil, para o jogo contra a Argentina, dia 2, pelas Eliminatórias.Já Bayern de Munique poderá contar com Zé Roberto, que reclama de dores musculares, por pelo menos um tempo da partida contra o Freiburg.Parreira não teve alternativa a não ser concordar com as liberações. "Não é o ideal. O ideal seria ter os jogadores à disposição por mais tempo. Mas não é o caso de ficar reclamando. Vamos trabalhar de acordo com o que é possível??, disse o treinador da seleção.Mas ele negou pelo menos um pedido de liberação. O Manchester United queria levar Kléberson para a decisão da FA Cup contra o Milwall. Não conseguiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.