Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Parreira não explica convocações

O técnico Carlos Alberto Parreira não quis explicar os critérios adotados para a elaboração da lista de convocados para os dois próximos jogos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, contra o Peru dia 27 de março, em Goiânia, e o Uruguai, dia 30, em Montevidéu. Ele não explicou a opção pelo lateral Gustavo Nery e o goleiro Marcos, que há muito tempo não eram lembrados.?Eu não vou particularizar. Porque senão, vou ter de falar dos 22. O que eu posso dizer é que todos os que foram chamados, têm toda a nossa confiança e foram chamados por isso?, disse.Apesar disso, ele tentou justificar a convocação do volante Emerson. ?É preciso lembrar que o Emerson era o capitão do time até antes da Copa. Vive hoje uma fase excepcional na Juventus e é um jogador sempre muito importante. Com a contusão de Edmilson, ele é uma opção natural?, disse.Parreira também falou de Robinho. ?Desde que ele surgiu, há quatro anos, Robinho só tem crescido. Nas primeiras convocações, nas seleções de base, ele mostrou que ainda não estava pronto, mas hoje já provou que está amadurecido. Hoje ele está entre os 22 e muito perto de ficar entre os 11?, disse.Parreira mandou ainda um recado para os jogadores que não foram convocados. ?Eu quero dizer para os que não foram chamados que não fiquem tristes. Que não se sintam desestimulados porque futuramente poderão ter chances. O grupo só estará fechado antes da Copa?, garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.