Parreira pede tempo ao Botafogo

O técnico Carlos Alberto Parreira vai dar uma resposta até sexta-feira ao convite feito pelos dirigentes do Botafogo para que o tetracampeão trabalhe no clube. Caso aceite a proposta, ele terá de definir qual será a sua função: técnico ou diretor de futebol. "Existem as duas possibilidades, tenho que pensar para decidir qual a que me agrada mais", explicou Parreira.Durante o fim de semana, a diretoria do Botafogo fez a proposta ao ex-treinador do Cerro Porteño, depois que Bebeto de Freitas recusou uma oferta para ser diretor do clube. Se Parreira optar por ficar fora de campo, Oswaldo de Oliveira passa a ser o mais cotado para assumir a função de treinador. Juntamente com Parreira, devem chegar ao clube Américo Faria, para ser supervisor, e Moraci Santana, como preparador físico. Ambos são homens de confiança de Parreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.