Parreira pede tempo para escalar Leandro Amaral

O técnico Carlos Alberto Parreira utilizou o atacante Leandro Amaral durante o segundo tempo das últimas partidas do Fluminense, mas prefere ser cauteloso e ainda não escalá-lo como titular. Para ele, o jogador ainda não tem condições de atuar por 90 minutos.

AE, Agencia Estado

19 de junho de 2009 | 18h00

"O Leandro precisa de mais tempo para conseguir jogar os 90 minutos. Vamos manter o esquema 4-4-1-1, como jogava a França e Itália. O Thiago Neves é um homem de armação chega muito à área", explicou, justificando a decisão de manter o atacante no banco de reservas contra o Avaí.

Parreira acredita que Augusto deve fazer boa estreia pelo Fluminense em Florianópolis. "Vamos ver no jogo o que o Augusto tem de diferente, não será uma entrada precipitada porque ele está conosco há três semanas. Gostei muito dele no treino, mostrou muita habilidade com a bola e boa presença física. Potencial ele tem", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.