Parreira pronto para jogar sem Luizão

O Corinthians completa neste sábado um mês sem Luizão. Desde a vitória sobre o América (RJ), dia 9 de fevereiro, no Rio, por 2 a 0, pelo Torneio Rio-São Paulo, o time paulista não conta mais com o atacante, que, por decisão da Justiça do Trabalho, rescindiu seu contrato com o clube e acertou com o Hertha Berlim, da Alemanha. Sem o artilheiro, um dos maiores investimentos da Hicks Muse, patrocinadora do Corinthians, o técnico Carlos Alberto Parreira vai apostar no trio de atacantes Leandro, Deivid e Gil para tentar a reabilitação na competição contra o Guarani, no domingo, em Campinas. Apesar da derrota para o Flamengo por 4 a 3, domingo, no Maracanã, o treinador não vai alterar o esquema. "Armamos essa forma de jogar meio sem querer, e está dando certo", disse o técnico ao lembrar que na partida contra o América, Luizão sofreu uma contusão muscular na coxa ao cobrar o pênalti. O atacante foi substituto na partida por Deivid, e depois Luizão entrou em litígio com a diretoria e não vestiu mais a camisa do Corinthians. Os três atacantes evitam falar sobre a saída de Luizão. Mas admitem que conseguiram se entrosar e criar uma forma de o ataque atuar na base da velocidade. "Estamos nos entendendo bem, com movimentação e troca de passes", disse Gil, que não deveria perder o lugar na equipe mesmo se Luizão permanecesse na equipe. Leandro, que na verdade ganhou a posição de Renato na equipe, afirmou que seu tipo de jogo se adaptou ao estilo do futebol de Gil e Deivid. O meia foi contratado junto ao Botafogo de Ribeirão Preto no início do segundo semestre do ano passado, ainda por determinação do ex-técnico do clube Vanderlei Luxemburgo. "Quando cheguei ao clube estava parado uns dois meses, por isso demorei um pouco para me adaptar no Corinthians. Havia também sofrido umas contusões que me prejudicaram bastante. Agora, estou na forma ideal", afirmou Leandro, com sete gols em oito jogos nesta temporada, desde que assumiu a posição de titular na equipe. Volta por cima - Deivid foi quem mais lucrou com a saída de Luizão. Ele chegou ao Corinthians na mesma época de Leandro, depois de ter atuado pelo Santos. Não fez boas partidas no ano passado, mas foi mantido no elenco neste início do ano. Diante do impasse ?Luizão?, Deivid ganhou a vaga e foi prestigiado por Parreira. "Estou vivendo um grande momento no Corinthians. Não quero falar sobre a saída de Luizão, mas, é claro, que sem ele surgiu a oportunidade para ganhar um lugar na equipe, e estou correspondendo", afirmou Deivid. Com a volta de Dida, Kléber e Vampeta, que estavam na seleção, Parreira definiu nesta sexta-feira o time para enfrentar o Guarani. O zagueiro Batata foi confirmado no lugar de Scheidt, suspenso.

Agencia Estado,

08 Março 2002 | 18h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.