Arquivo/AE
Arquivo/AE

Parreira reencontra Ronaldo em jogo pela Copa do Brasil

Os dois trabalharam juntos na conquista do tetracampeonato mundial em 1994 e em 2006, na Alemanha

AE, Agencia Estado

13 de maio de 2009 | 08h18

Ninguém melhor do que Carlos Alberto Parreira para definir uma estratégia de como deter Ronaldo. Ele foi o treinador do atacante na conquista do tetracampeonato mundial de 1994 e voltou a contar com o jogador no Mundial de 2006. Por isso, com toda calma e conhecimento que o futebol lhe proporcionou, Parreira tratou logo de descartar a possibilidade de o Fluminense exercer marcação especial sobre Ronaldo, principal arma do Corinthians, no jogo desta quarta-feira, a partir das 21h50, no Pacaembu.

Veja também:

linkCorinthians encara Fluminense no 100.º jogo de Mano Menezes 

linkLula ganha camisa do Corinthians e bate bola com Ronaldo

linkCorinthians acerta retorno do volante Moradei

linkParreira descarta marcação individual sobre Ronaldo

lista Copa do Brasil - Calendário

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Na avaliação de Parreira, o que vai ter mais peso no confronto desta quarta-feira é o conjunto. Isso não significa, porém, que Ronaldo terá liberdade em campo. "O nosso esquema tático será o mesmo dos últimos jogos. O Ronaldo não terá marcação especial. É claro que será olhado de perto, temos que tirar os seus espaços. Vamos incomodá-lo onde é decisivo. Vamos marcar dentro da nossa maneira de jogar, por setor e diminuindo os espaços. Sabemos que ele costuma cair pelo lado esquerdo e tem um poder de deixar os companheiros na cara do gol", explicou o técnico do Fluminense.

Vai ser a primeira vez que Parreira terá Ronaldo como adversário e isso até motiva declarações bem-humoradas do treinador. Depois, com mais seriedade, ele revela que a preocupação com o craque não é desprezível. "Por ser o maior artilheiro da Copa do Mundo de todos os tempos, merece respeito e admiração", disse o técnico do Fluminense. "Eu poderia armar uma barreira com até quatro jogadores presos na defesa, mas não farei isso. Não seremos meros espectadores."

Se o confronto com Ronaldo foi o principal assunto desta terça-feira nas Laranjeiras, uma observação de Parreira acabou equilibrando, fora de campo, as previsões para o jogo. Ele destacou que outros craques estarão em ação no Pacaembu, citando o atacante Fred e o meia Thiago Neves, ambos do Fluminense. "Acho que vai ser um jogo marcado pela genialidade desses três jogadores", afirmou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.