Parreira ressalta importância de recuperação dos jogadores

O técnico Carlos Alberto Parreira deixou bem claro neste domingo que o trabalho de preparação dos jogadores da seleção brasileira para a Copa do Mundo neste momento, a 16 dias da estréia no torneio contra a Croácia, é voltado à recuperação física, técnica e psicológica, já que como a maioria joga fora do Brasil, estão todos em final de temporada. "Alguns jogadores estavam atuando até na semana passada, então estes treinos de agora servem para recuperar estes atletas. Nossa prioridade agora é preparar bem e recuperar fisicamente todos eles", afirma. É por isso que o time enfrentou uma equipe sub-20 do Fluminense neste domingo (venceu por 13 a 1) e vai pegar os fracos Lucerna e Nova Zelândia. "Acredito que este tipo de treino é melhor do que um coletivo entre reservas e titulares, apesar de nestes coletivos você sempre pode parar a todo o momento e mudar sempre que preciso", explica Parreira. A insistência nas perguntas sobre a qualidade dos adversários deixou o técnico um pouco irritado. "Não quero ficar aqui discutindo os adversários dos amistosos. Isto não interessa, por que se quiséssemos enfrentar um adversário mais forte, teríamos convidado", disse. Parreira rechaçou que não pretende mudar o esquema tático neste torneio. "Jogamos no 4-4-2 há três anos. Não adianta escalar um time com quatro homens na frente, por que você volta mais cedo para casa", completou o treinador.

Agencia Estado,

28 Maio 2006 | 14h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.