Parreira trabalha mesmo sem reforços

Carlos Alberto Parreira confirmou nesta quarta que o Corinthians tem uma relação com nove jogadores, da qual pode sair pelo menos três reforços para ao time visando o Campeonato Brasileiro. Com certeza, um dos nomes é Dodô, que está sem receber salários no Botafogo, do Rio de Janeiro, e ficará livre ao final do seu contrato, no início de agosto. O vice-presidente de futebol, Antônio Roque Citadini prefere não confirmar o interesse pelo centroavante revelado no Morumbi, alegando que qualquer declaração sua pode atrapalhar.Por enquanto, Parreira está testando Gilmar, um atacante forte, mas de pequena estatura, 22 anos, que vinha jogando pelo Corinthians B.Na tarde desta quarta, ele treinou no time titular e vai ser melhor avaliado nos quatro amistosos que o time vai disputar antes de estrear no Campeonato Brasileiro. Embora tenha pedido a permanência de Dida e Ricardinho e a contratação de dois atacantes e de um meia-armador, o técnico admite trabalhar apenas com os jogadores do atual elenco."Vivemos um nova realidade e a tendência é os clubes conseguirem reforços na base de trocas ou então armar os times com jogadores formados nas equipes de base. Não sou de pressionar dirigentes, exigindo reforços. Se possível, melhor, caso contrário, trabalho com o material humano que o clube colocar à minha disposição", afirmou o técnico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.