Parreira usa treinos na Alemanha para fazer ajustes finais

Na sua primeira entrevista na Alemanha, na terça-feira, o técnico Carlos Alberto Parreira admitiu que a reta final de preparação para a Copa do Mundo serviria apenas para dar "polimento" ao time. Os treinos em Königstein, onde a seleção brasileira está concentrada, têm provado isso.Como considera que a seleção já está bem preparada para jogar, desde as Eliminatórias, Parreira tem usado o trabalho em Königstein para acertar alguns detalhes. Além de manter o preparo físico do grupo.Assim, os treinos realizados de manhã têm servido principalmente para o trabalho físico dos jogadores, que ficam nas mãos dos preparadores Moraci Sant´Anna e Paulo Paixão. É nos que acontecem à tarde que Parreira busca acertar os últimos detalhes táticos.Na terça-feira, por exemplo, o treinador trabalhou a marcação sob pressão na saída de bola do adversário, além do posicionamento dentro da área nas jogadas aéreas. Já na quarta, Parreira se concentrou na organização tática dos jogadores de ataque.Como o próprio Parreira disse, a hora é de "relembrar tudo aquilo que foi feito". Afinal, o grupo já se conhece bem e não há dúvidas sobre o time titular para a estréia na Copa, na próxima terça-feira, contra a Croácia, em Berlim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.