Passaporte: Veron será processado

O meio-campista argentino Veron, da Lázio, será processado pela justiça italiana por envolvimento no chamado ?escândalo dos passaportes falsos?. De acordo com juiz de primeira instância Claudio Tortora, o argentino será processado por uso de documentos irregulares para a obtenção de passaporte italiano. O jogador é acusado de obter a naturalização - graças à informação de que teria um bisavô calabrês - de maneira fraudulenta. Veron, de 26 anos, chegou à Lázio no começo de 2000, depois de ter atuado por um ano no Sampdória (97-98) e uma temporada no Parma (99). A justiça italiana também indiciou o presidente da Lázio, Sergio Cragnotti, que teria contribuído para que o atleta sul-americano conseguisse a documentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.