Passarella assume Corinthians amanhã

Daniel Passarella assume nesta segunda-feira o Corinthians. O treino começará às 9 horas no Parque São Jorge, mas os jogadores precisam estar prontos às 8 horas. Ao contrário do amistoso Tite, os atletas irão conhecer o estilo que consagrou o técnico argentino - distante, frio e muito exigente. O ex-capitão da seleção argentina tem todo o respaldo do presidente Kia Joorabchian para administrar com mão de ferro os egos das estrelas milionárias. "Sei que o Brasil é um dos lugares mais difíceis do mundo para trabalhar com o futebol, mas estou preparado para o Corinthians", garantiu o técnico.Sua primeira investida será em Tevez e Carlos Alberto. Já falou duro com os dois quando foi apresentado aos atletas. Não quer que a briga entre as estrelas contamine o ambiente. Ainda mais depois que Tevez assumiu em Mogi Mirim que não é mais amigo do meia.Está prevista uma reunião entre o treinador e todo o elenco antes de iniciar o treino no gramado do Parque São Jorge. Principalmente porque o desentendimento aconteceu entre um brasileiro e um argentino. Sua grande preocupação está na divisão do grupo entre atletas nacionais e os argentinos comprados a peso de ouro pela MSI.Longe da imprensa, ele começará a cobrar os atletas. No seu trabalho mais vitorioso como treinador, no começo da década de 90 no River Plate, ele conseguiu também unir um grupo forte, mas com muitas inimizades. Tentará repetir a dose no Parque São Jorge. Do lado técnico, Passarella é inteligente e não se deixará enganar pela vitória por goleada de 6 a 1 diante do União São João. Sabe que os adversários não serão tão fracos quanto o de sábado.Por isso, já com o argentino Sebá recuperado das dores musculares que o afastaram da partida de Mogi Mirim, o técnico irá decidir se o Corinthians irá atuar com dois ou três zagueiros. A fisionomia de Passarella, que foi excelente zagueiro, ficou transtornada quando viu bolas fáceis passarem diante de Fábio Costa sem que Anderson ou Betão cortassem. Fácil perceber que considerou este o setor mais fraco do time.Em compensação, ele demonstrou ter adorado a atuação do meia Roger. Sentiu que ele será fundamental para nutrir o ataque veloz que o Corinthians possui. Outros detalhes serão conhecidos a partir de 9 horas no Parque São Jorge.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.