Passarella deve dirigir o Peñarol

O treinador argentino DanielPassarella, que comandou o Corinthians no início do CampeonatoBrasileiro de 2005, pode assumir o Peñarol, do Uruguai. Ele viria para substituir Fernando Morena, cujo contrato àfrente da equipe de Montevidéu termina o próximo dia 31 e não será renovado. O Peñarol vive uma crise, sem conseguir títulos e obter vagas em torneios internacionais. Nesta temporada, o Peñarol terminou na sétima posição doApertura e não conseguiu vaga para a Libertadores. Para 2006, o time querreverter a má situação e voltar às conquistas, com Passarella àfrente. Dois fatores que podem ajudar são o fato de o técnico termanifestado que queria se radicar em Montevidéu, além de suapassagem pela seleção uruguaia no início para as eliminatórias de2002. Caso Passarella não acerte, a outra opção é o ex-jogadorMatosas, com passagens por São Paulo, Goiás e Atlético-PR, e que fez boacampanha à frente do Rampla Juniors.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2005 | 12h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.