Passarella quer ir embora do Brasil

O argentino Daniel Passarella deve anunciar até sexta-feira sua despedida do Brasil. Demitido do Corinthians há oito dias, o treinador está convicto da decisão de voltar para Buenos Aires e não aceitar a proposta da MSI de ocupar um cargo como consultor internacional da parceria.?Ele veio para ser técnico, não aceita outra coisa?, afirmou pessoa próxima a Passarella. A multa rescisória do contrato, que iria até o fim deste ano, é de aproximadamente R$ 3,5 milhões.Nos últimos dias, advogados das duas partes buscavam um acordo. Os da MSI tentavam convencer o treinador a ocupar a nova função pelo menos até dezembro. Passarella, porém, não aceitou. Tentam agora reduzir a multa, mas a definição deve se prolongar por mais algumas semanas. O argentino, no entanto, não pretende esperar. Passarella teria comentado com conhecidos no Brasil que espera estar até o fim deste mês em Buenos Aires e não treinará nenhuma equipe por algum tempo. Frustrado com sua curta passagem pelo Corinthians (pouco mais de dois meses), Passarella pode dar início ao projeto de ser dirigente do River Plate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.