Passarella vê treino; Corinthians muda

Daniel Passarella acompanhou das arquibancadas do Parque São Jorge, o seu primeiro treino já como técnico do Corinthians. No coletivo realizado pela manhã sob comando do auxiliar Márcio Bittencourt, o treinador assistiu a duas mudanças em relação ao time que perdeu para o São Paulo na última rodada do Paulistão, no resultado que precipitou na queda de Tite. A primeira alteração foi inevitável, e se deu por contusão: o zagueiro Betão assume a vaga do argentino Sebá, contundido. A segunda, porém, é conseqüência de uma opção tática. Márcio tirou o atacante atacante Jô e armou a equipe com o volante Marcelo Mattos ao lado de Wendell. Quer, desta forma, proteger melhor a defesa e deixar os meias e atacantes mais livres para o ataque. A equipe que deve começar a partida deste sábado contra o União São João em Mogi Mirim (o jogo deveria ser no Pacaembu, mas o Corinthians perdeu o mando de campo por incidentes na partida contra o Santos, na Vila) deverá ser o seguinte: Fábio Costa; Coelho, Ânderson, Betão e Edson; Wendell, Marcelo Mattos, Roger e Carlos Alberto; Tevez e Gil. O lateral-esquerdo Gustavo Nery contratado na semana passada, ainda faz um trabalho de recuperação física e teve a estréia adiada.A apresentação oficial de Passarella para o grupo de jogadores se deu somente depois do treino da manhã, nos vestiários. A estréia dele no comando do time está programada apenas para a semana que vem, na partida contra o Cianorte, pela Copa do Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.