Pato assiste a jogo do Chelsea e intensifica boatos de transferência

Nesta quarta, jogador esteve no estádio e presenciou vitória do time

O Estado de S. Paulo

10 de dezembro de 2015 | 12h05

Na Europa buscando definir seu futuro, o atacante Alexandre Pato foi visto na noite desta quarta-feira, em Londres, mais precisamente no Stamford Bridge, estádio do Chelsea, onde a equipe bateu o Porto por 2 a 0 e se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões. A informação apenas intensifica os rumores de uma possível transferência do jogador do Corinthians para os Blues em janeiro.

Após encerrar seu contrato de empréstimo com o São Paulo, no último domingo, contra o Goiás, Pato partiu direto para a Europa na companhia de seu empresário, Gilmar Veloz. Lá, os dois teriam ido encontrar o agente Kia Joorabchian, que tem a missão de conseguir um clube disposto a pagar pelo menos 15 milhões de euros pelo jogador (mesmo valor pelo qual foi contratado pelo Corinthians em 2013). Caso contrário, ele deverá disputar a Florida Cup pelo Alvinegro.

Nesta quarta-feira, Pato foi fotografado ao lado de um torcedor durante o jogo do Chelsea e vem recebendo grande destaque por parte da imprensa inglesa. Isso porque, além do Chelsea, vários outros clubes da Inglaterra estariam interessados no atacante, como Liverpool, Tottenham e West Ham. O poderoso Barcelona também está atento à situação de Pato, já que busca um bom reserva para o trio formado por Messi, Suárez e Neymar.

With Alexandre Pato at Stamford Bridge last night. Glad to meet you Pato. Ontem depois do jogo com o Pato.

Uma foto publicada por Fellipe Arnold (@fellipearnold) em

Na atual temporada, o Chelsea vive um dos piores momentos de sua fase milionária e ocupa apenas a 14ª posição do Campeonato Inglês, apenas dois pontos à frente da zona de rebaixamento, o que coloca o técnico José Mourinho na corda bamba. Em 2015, Alexandre Pato marcou um total de 26 gols pelo São Paulo, consolidando o ano como o 'mais artilheiro' de sua carreira até aqui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.