Pato desencanta, Corinthians bate Criciúma e respira

Ainda no primeiro tempo, Cássio deixa o gramado após sentir uma lesão na coxa

Demétrio Vecchioli, Agência Estado

19 de outubro de 2013 | 23h00

ITU - Para um time que estava há quatro jogos sem marcar um gol sequer e só havia balançado as redes três vezes nas últimas 13 partidas, a vitória por 1 a 0 sobre o

O JOGO

Cássio chegou a ser dúvida para o jogo, depois de sentir dores no peito no vestiário. Mas foi para campo no Novelli Júnior e só aguentou vinte minutos. Sentiu uma lesão no músculo posterior da coxa direita ao fazer uma reposição e deu lugar ao estreante Walter, contratado junto ao Barbarense. Sem o goleiro titular, pelo menos era menor a chance de um 0 a 0.

O Corinthians claramente estava interessado em acabar com a série de jogos sem gols. Desde o comecinho da partida se lançou ao ataque, apesar da formação conservadora, apenas com Romarinho e Alexandre Pato no ataque e Douglas e Edenílson os municiando. O Criciúma, porém, jogava fechado e não deixava os chutes chegarem até Galatto. A maioria das tentativas corintianas parou num dos zagueiros do time visitante. Na melhor oportunidade, Edenílson mandou para muito longe.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, a primeira boa chance também foi do meia, que errou no domínio de um lançamento longo. Mesmo assim conseguiu o chute, que saiu fraco, nas mãos de Galatto.

Quando tudo indicava mais um 0 a 0, veio o gol corintiano. Douglas bateu escanteio pela esquerda e a bola foi na cabeça de Pato, livre, para o centroavante testar sem chances para Galatto. Na comemoração, os jogadores corintianos fizeram questão de um abraço coletivo, envolvendo praticamente todos os que estavam em campo. Mas nenhum deles foi em direção ao técnico Tite.

Só no final do jogo é que o Criciúma tentou descobrir se Walter é bom goleiro. Depois dos 30 minutos, chegou na área e ameaçou. Mas Sueliton e o bom atacante Lins perderam as chances criadas.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 0 CRICIÚMA

CORINTHIANS - Cássio (Walter); Alessandro (Renato Augusto), Paulo André, Gil e Fábio Santos (Igor); Ralf, Guilherme, Edenílson e Douglas; Romarinho e Alexandre Pato. Técnico - Tite.

CRICIÚMA - Galatto; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Henik, João Vitor, Ricardinho (Elton) e Ivo (André Gava); Lins e Marcel (Douglas). Técnico - Argel Fucks.

GOL - Alexandre Pato, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Romarinho, Henik, Fábio Ferreira e João Vitor.

RENDA - R$ 392.295,00.

PÚBLICO - 14.788 pagantes.

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.