Pato marca duas vezes em vitória do Milan; Inter empata

Jovem atacante brasileiro brilha no triunfo por 2 a 0 e é ovacionado pela torcida no Estádio San Siro

EFE

27 de janeiro de 2008 | 13h58

O atacante brasileiro Alexandre Pato marcou os dois gols da vitória do Milan sobre o Genoa por 2 a 0 no Estádio San Siro, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Italiano, e contribuiu para que o clube continuasse na luta por uma vaga na Liga dos Campeões.Veja também: Classificação / Últimos resultados / Próximos jogosCom Ronaldo fora por causa de um problema muscular na panturrilha, o jovem Pato foi fundamental para a vitória do Milan. O time - que apresentou um fraco Kaká - criou oportunidades de gol durante todo o primeiro tempo, mas sofreu com a boa atuação do goleiro brasileiro Rubinho, do Genoa. No segundo tempo, o Milan ganhou confiança com um gol de cabeça de Pato aos 28 minutos, após cruzamento do veterano holandês Seedorf. Pouco tempo depois, uma escapada do jovem brasileiro provocou a expulsão de Rubinho, que tocou a bola com as mãos fora da área. A oito minutos do final do tempo regulamentar, Pato marcou o seu segundo gol na partida, garantindo a vitória ao Milan. O clube tem dois jogos a menos e 27 pontos - a dez da quarta colocação, último posto a garantir vaga na fase preliminar da Liga dos Campeões e atualmente nas mãos da Fiorentina. A líder Inter de Milão viu sua vantagem sobre a Roma cair para cinco pontos após empatar sem gols hoje com a Udinese fora de casa. Neste jogo, o time de Júlio César, Maicon e Maxwell ficou mais da metade da partida com apenas dez em campo, após a expulsão do também brasileiro César aos 22 minutos do primeiro tempo. Jogando em casa, a Udinese não conseguiu se aproveitar da vantagem numérica logo no início da partida, mas a equipe continua sendo uma espécie de tabu para a Inter: foi o único clube a não ser vencido pelo time de Milão na última temporada. Com este empate, a Inter mantém a liderança, com 50 pontos, e a invencibilidade. A equipe até poderia ter saído com a vitória caso o argentino Julio Cruz tivesse aproveitado melhor as três grandes chances de gol que teve. Cinco pontos atrás da Inter está a Roma, que venceu o Palermo por 1 a 0 no sábado, em casa, com direito a jogada brasileira: gol de Mancini após cruzamento de Taddei. A Fiorentina conseguiu uma vitória sofrida em cima do Empoli por 2 a 0, com os dois gols tendo sido marcados no fim do jogo: o romeno Adrian Mutu anotou o seu aos 40 minutos da etapa final e Pazzini balançou as redes já nos acréscimos. A vitória deixa o time de Florença na terceira colocação do Campeonato Italiano com 37 pontos, empatado com a Juventus - que visita o Livorno ainda hoje, fechando a rodada. A Udinese tem 33, na quinta posição. Mais sofrida - e talvez mais importante - foi a vitória do lanterna Cagliari em casa sobre o Napoli por 2 a 1, com Matri e Daniele Conti marcando depois do tempo regulamentar. Os visitantes chegaram a abrir o placar com Hamsik aos 17 minutos do segundo tempo, mas, no fim, o Cagliari conseguiu vencer, algo que a equipe não fazia desde setembro no Campeonato Italiano. O empate entre Reggina e Atalanta por 2 a 2 surpreendeu pelo fato de este último ter vencido o Milan na quarta-feira, em jogo anteriormente adiado. Jogando em casa, o Atalanta abriu 2 a 0, mas Vigiani e Barreto empataram o jogo em um intervalo de apenas seis minutos no segundo tempo. Completando a rodada, houve os empates sem gols nos jogos Catania-Parma e Torino-Lazio, sendo que nesta última partida as duas equipes ficaram com dez jogadores. Destaque para a estréia de Rolando Bianchi (ex-Manchester United) na Lazio, que durou escassos cinco minutos: entrou em campo aos 15 minutos do segundo tempo e foi expulso aos 20.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.