Sérgio Moraes/Reuters
Sérgio Moraes/Reuters

Pato não se vê mais perto de vaga por jogar em casa

Revelado no Internacional, atacante quer começar a partida contra o Peru, nesta quarta-feira, no Beira Rio

AE, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 13h49

O atacante Alexandre Pato sente-se em casa em Porto Alegre. Mais ainda no Beira-Rio, onde habituou-se a jogar com a camisa do Internacional. Mas, para o jogador, sua familiaridade com o estádio e a cidade não terão influência para o treinador Dunga na escolha dos titulares da partida contra o Peru, às 21h50 de quarta-feira, pelas Eliminatórias da Copa de 2010.

Veja também:

linkDepois do gol contra o Equador, Júlio Baptista quer ser titular

linkRobinho topa 'sacrifício' por Kaká e Ronaldinho na seleção 

especialVisite o canal especial das Eliminatórias da Copa

tabela Eliminatórias da Copa - Classificação

lista Eliminatórias da Copa - Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Não, claro que não influencia. Todos sabem da importância da seleção, não importa se eu estou na minha casa", disse o jogador, que tem ficado nas reserva nas últimas partidas. Em Quito, no 1 a 1 contra o Equador, ele não entrou em campo - jogaram Luis Fabiano e Robinho no ataque.

"Respeito os titulares, quem está na minha frente. Claro que eu queria jogar, mas se não jogar eu já estou feliz por estar na minha casa com a seleção", disse o atacante do Milan. Para ele, o importante é aproveitar as eventuais oportunidades em jogos para tentar uma vaga.

"Estou fazendo meu trabalho e a cada dia eu quero melhorar mais. No tempo que tenho na seleção eu preciso mostrar meu trabalho nos treinos, nos jogos, e fazer o meu melhor", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.