Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Pato nega forçar cartão para ficar suspenso contra o Corinthians

Atacante do São Paulo está pendurado com dois amarelos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

29 de julho de 2015 | 10h00

O atacante Alexandre Pato, do São Paulo, descartou nesta terça-feira ter o plano de forçar o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira, e assim, ser desfalque em um partida na qual já não poderia atuar, contra o Corinthians, pela rodada seguinte do Brasileirão.

Como está emprestado pelo clube do Parque São Jorge ao São Paulo até o fim do ano, Pato não pode enfrentar o time do técnico Tite, como prevê o contrato firmado em 2014 entre as duas diretorias. "Não tinha nem pensado no cartão. Vamos ver o que vai acontecer. Não vou com a cabeça para tomar cartão. Se precisar fazer uma falta, vou fazer para ajudar o São Paulo", comentou nesta terça-feira.

O acordo firmado entre São Paulo e Corinthians pelo empréstimo do atacante estipula que ele pode atuar em clássicos entre as equipes somente em caso de comum acordo entre as diretorias. Além disso, o clube do Morumbi deve pagar uma multa de R$ 5 milhões para poder escalar o jogador.

Pato é o artilheiro do São Paulo na temporada com 17 gols e está com dois cartões amarelos. Contra o Atlético-MG, nesta quarta, o jogador deve ser titular do time do técnico Juan Carlos Osorio. "Faz tempo que nossa equipe não tem essa sequência de vitórias. É hora de conseguir isso. Temos que aproveitar essas oportunidades".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.