Daniel Augusto Jr|Divulgação
Daniel Augusto Jr|Divulgação

Pato pode  fazer reestreia pelo Corinthians em jogo na arena

Atacante vai reencontrar a torcida corintiana

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 de julho de 2016 | 07h03

O atacante Alexandre Pato parece próximo de voltar a defender o Corinthians. O jogador, que estava emprestado para o Chelsea, pode estrear em casa, diante da torcida, que tanto o criticou em sua primeira passagem pelo clube. A previsão inicial é que ele tenha condições de ficar, pelo menos, no banco de reservas, na partida contra o Figueirense, dia 23, no sábado da semana que vem.

A comissão técnica do Corinthians prefere não fazer projeções. Apenas, o descartou do jogo com o São Paulo, domingo. “Ele chegou e começou a treinar agora. Tem um programa de treinos e acredito que ele vai demorar (para jogar). Dificilmente vai neste jogo de domingo. Não tem prazo e nem pressa. Queremos um jogador preparado. É melhor estar preparado para render bem e se proteger de qualquer lesão”, disse o técnico Cristóvão Borges.

Apesar do discurso, é espero que Pato leve entre 10 e 15 para estar em condições satisfatórias para ser aproveitado alguns minutos. Caso não consiga jogar contra o Figueirense, a partida seguinte é dia 31, contra o Internacional, em Porto Alegre.

A dedicação que Pato tem demonstrado nos treinamentos anima a comissão técnica do Corinthians. O elenco folgou na segunda-feira, mas Pato treinou normalmente, ao lado dos jogadores que se recuperam de lesão, e tanto Cristóvão como membros da diretoria já se manifestaram animados com a possibilidade de contar com o jogador.

Pato esteve nos planos da Lazio, mas as conversas não foram adiante. Segundo a imprensa italiana, o atacante recusou a proposta por alegar que sua intenção é permanecer no Corinthians até o fim do ano. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebolAlexandre Pato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.