Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

Pato treina sem colar cervical, mas deve desfalcar o São Paulo

Atacante sofreu uma pancada durante a partida contra o Flamengo, domingo passado e pode ser preservado contra o Fortaleza

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

07 de maio de 2019 | 17h38

O atacante Alexandre Pato treinou nesta terça-feira sem o colar cervical que vinha usando após pancada sofrida no jogo contra o Flamengo, no último domingo. Ele fez trabalhos na parte interna do CT da Barra Funda, mas deve desfalcar o São Paulo na partida diante do Fortaleza, no próximo domingo, no Castelão, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Pato teve uma contusão na região cervical ainda aos 30 minutos do primeiro tempo do confronto com o Flamengo. Ele foi atingido por Thuler e teve de sair do Morumbi rumo a um hospital, onde fez exames antes de receber alta.

Na última segunda-feira, quando o elenco são-paulino recebeu folga, Pato foi ao CT da Barra Funda para fazer tratamento. Nesta terça, com menos incômodo, o atacante conseguiu fazer alguns trabalhos físicos.

O grupo do São Paulo se reapresentou nesta terça. Os titulares do último domingo realizaram trabalhos regenerativos na parte interna do CT da Barra Funda, enquanto os titulares fizeram um jogo-treino contra a equipe sub-20.

O atacante Antony apareceu no gramado para acompanhar a atividade com gelo na coxa direita. Ele sente dores no local após sofrer pancadas na partida contra o Flamengo, mas ficará à disposição para o confronto com o Fortaleza.

No ataque são-paulino, o técnico Cuca já não conta com Pablo, que recupera-se de cirurgia para retirada de um cisto na região da lombar. Caso o desfalque de Pato seja confirmado, as principais opções para o treinador são Everton, que o substituiu contra o Flamengo, Brenner e Helinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.