Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Patrick admite queda de rendimento no Inter: 'Não venho fazendo bons jogos'

Destaque da equipe no Campeonato Brasileiro, meia, no entanto, vê exagero em algumas críticas

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2018 | 19h10

Um dos destaques do Internacional neste Campeonato Brasileiro, o meio-campista Patrick mostrou autocrítica nesta quinta-feira e admitiu uma queda de rendimento. Na vésperas do confronto diante do Sport, na Ilha do Retiro, o jogador analisou o momento pouco inspirado, mas tratou-o com naturalidade e projetou a recuperação já nesta sexta.

"Não venho fazendo bons jogos, tenho total ciência disso. Pode ser por uma porção de fatores. Ninguém esperava que eu começasse bem o campeonato e ajudasse o Inter dessa maneira. A gente aumenta a atenção dos adversários, que tentam dificultar muito o nosso jogo. Também joguei muitas partidas na temporada. Mas não costumo me apegar a isso, não. Fase ruim todo mundo tem e acredito que não estou na fase ruim ainda", declarou.

Se admitiu a queda, Patrick considerou exageradas algumas críticas que vem recebendo. "Eu tive uma caída, mas não condiz com tudo isso que está se criando, que o Patrick não está bem ou diminuiu o ritmo. Acredito que agora estou bem, recuperado, e a expectativa é sempre de fazer um jogo melhor do que tenho feito."

Para recuperar o melhor momento, o jogador espera se destacar em um palco que conhece bem. Afinal, antes de chegar ao Inter, ele vestia as cores justamente do Sport e conhece bem a Ilha do Retiro. "Jogar contra o Sport na Ilha é sempre muito difícil, a torcida empurra os 90 minutos", comentou.

O próprio Patrick, no entanto, pediu que o Inter saiba se aproveitar da pressão sobre o rival, que está afundado na zona de rebaixamento, em penúltimo, com apenas 24 pontos. "A torcida tem cobrado bastante, pode ser ruim para eles. Temos que ter inteligência na partida para deixar a torcida um pouco impaciente, porque isso pode aumentar o nervosismo deles e nos ajudar."

O Inter trabalhou no CT do Sport nesta quinta e o técnico Odair Hellmann focou na finalização, antes de liberar o treino recreativo. Repleto de desfalques, o vice-líder do Brasileirão, com 53 pontos, deve entrar em campo na sexta com: Marcelo Lomba; Fabiano, Klaus, Emerson Santos e Iago; Rodrigo Dourado, Patrick e D'Alessandro; Rossi, Nico López e William Pottker.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.