Patrik reconhece evolução com nova postura tática no Palmeiras

Jogador de 19 anos, que vem se firmando no time, destaca trabalho de Felipão e do auxiliar Murtosa

AE, Agência Estado

05 de abril de 2011 | 15h51

SÃO PAULO - Patrik é o típico jogador que agrada Luiz Felipe Scolari. Em franca ascensão no ano, foi se firmando como titular na ausência de Lincoln ou Valdivia, e vem mostrando predicados de um grande jogador. Aprendeu a chegar mais perto da área nas jogadas ofensivas e está sempre ajudando na marcação quando o time não tem a bola.

O palmeirense de apenas 19 anos reconhece a evolução da temporada passada para cá e destaca a importância de Felipão e seu auxiliar Murtosa neste processo: "Após a chegada deles, passei a mudar minha postura dentro de campo, principalmente na questão tática. Quando tenho a bola nos pés, costumo olhar sempre para frente. E, quando estou sem a bola, fecho os espaços e ajudo na marcação. Acho que isso tem sido importante para mim e todo o grupo", avalia.

Mesmo com a demora para se firmar como titular alviverde, Patrik já é o vice-artilheiro do grupo na temporada, com seis gols, atrás apenas de Kléber. O jovem diz que teve o apoio do elenco para mudar de postura dentro de campo. "Coloquei na cabeça que precisava melhorar. Até os meus companheiros brincavam comigo, pois eu não fazia gols, mas que tinha potencial para jogar mais ofensivamente. O Lincoln conversava comigo, o Kleber também, que quando eu pegava a bola, jogava muito ela para trás. Agora, tem sido diferente."

Apesar de sondagens da Europa, o jovem meia garante que a prioridade é se ficar como ídolo no Palmeiras, para depois pensar em dar novos rumos à carreira. "Parece que vieram algumas sondagens, mas prefiro nem pensar nisso. Estou começando agora no Palmeiras e antes de sair, quero ser campeão. Espero que seja logo nesse ano, pois a ansiedade é enorme", revelou Patrik.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.