Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians

Patrocinador explica troca do São Paulo pelo Corinthians

Presidente da Poty, José Luiz Franzotti, disse que intenção era estar nos dois clubes, mas time tricolor optou pela não renovação

João Prata, O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2019 | 13h10

O Corinthians oficializou nesta segunda-feira o novo patrocinador, a Poty, empresa de bebidas que na última temporada foi parceira do São Paulo. Agora, a marca estampará a parte de trás do calção alvinegro. O espaço na última temporada foi utilizado pela Ultra Energéticos, que não teve o vínculo renovado para 2019.

O contrato com o novo parceiro tem duração de dois anos. A Poty terá o direito de lançar produtos licenciados com o nome e a marca do time. “Desejamos as boas-vindas ao Guaraná Poty, que se tornará o refrigerante do bando de loucos", disse Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians.

"A Poty é mais um parceiro que enxergou o potencial das plataformas que temos disponíveis para ativação e promoção de sua marca. Tenho certeza que será uma parceria muito produtiva para ambos”, prosseguiu o dirigente.

O presidente da Poty, José Luiz Franzotti, justificou que o acerto com o Corinthians não teve relação com a saída do São Paulo. A intenção da empresa era seguir com os dois clubes. "O São Paulo que decidiu por encerrar a parceria, eles nos comunicaram que tinham outros planos", resumiu.

 Agora a diretoria corintiana vive a expectativa de anunciar o patrocinador master ainda em janeiro. Rosenberg voltou a afirmar que as negociações estão avançadas, mas não deu detalhes sobre o provável novo acordo. O clube está sem uma marca na parte mais nobre de sua camisa desde abril de 2017, quando terminou o contrato com a Caixa. 

O clube espera faturar R$ 64 milhões com patrocínio em 2019. E para atingir essa meta, os dirigentes contam com o patrocinador master. Até agora, o maior valor garantido é a parceria com a Nike que deve render R$ 21 milhões neste ano.

Além da Poty, o Corinthians deve contar com ao menos com outros patrocinadores menores para a próxima temporada: a Positivo, que estampa as costas da camisa, a Universidade Brasil (ombros), a PES (barra da camisa), e a Minds Idiomas (barra das mangas).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.