Divulgação
Divulgação

Patrocinador ressalta parceria com Palmeiras de quase R$ 60 milhões

Empresa diz que único objetivo é ter marca lembrada pelo torcedor

O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2015 | 17h03

Se a gestão do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, mantiver foco na formação de um time competitivo e reestruturação do futebol e do clube, continuará tendo o apoio da Crefisa, e muito dinheiro do patrocinador. Essa é a promessa da dona da empresa, Leila Pereira, em entrevista ao Lance! De acordo com Leila, suas empresas estão mais do que satisfeitas com a visibilidade ganha com a arrancada do time na temporada - o Pameiras é terceiro colocado no Brasileiro e está classificado para a fase de oitavas de final da Copa do Brasil.

"Nós queremos que o Palmeiras seja o melhor time do Brasil, ícone da América do Sul. E nós temos condições para isso. A administração é séria e o patrocinador é de peso", disse.

O acordo do Palmeiras com seu principal parceiro é de dois anos, com investimento inicial de R$ 23 milhões por temporada. Ocorre que esse valor quase que triplicou só com a contratação do paraguaio Lucas Barrios, por R$ 40 milhões num contrato de três anos. Mesmo assim, a patrocinadora está animada.

Diferentemente da Parmalat na década de 1990, que tinha um 'escritório' dentro do centro de treinamento do Palmeiras, Leila afirma não ter qualquer ingerência no futebol do clube. "Somos palmeirenses, meu marido é fanático, e como todo torcedor, temos opiniões. Com o Palmeiras sendo grande, a nossa marca aparece no Brasil." Ela revela que também conversou com Santos e São Paulo antes de fechar com o Palmeiras. E diz que a decisão foi fácil, e nem pela melhor proposta. "Com o São Paulo, se eu negociasse mais, achou que fecharia pela metade do que fechei com o Palmeiras. O Palmeiras tem um estádio maravilho. O Morumbi... Sabe? Não tem comparação."

A Crefisa ajuda atualmente na reforma da Academia do Palmeiras. Leila diz que tudo ficará para o clube. "O CT, Barrios, é tudo do Palmeiras. Para o Palmeiras essa parceria é melhor do que a da Parmalat. Queremos que as pessoas lembrem do time vencedor com a Crefisa."

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolpalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.