Toshifumi Kitamura/ESTADÃO
Toshifumi Kitamura/ESTADÃO

Paulinho admite temer neve na estreia do Corinthians no Mundial

NAGOYA - Preocupado com o frio do Japão, Paulinho admitiu nesta segunda-feira que teme jogar com neve na estreia do Corinthians no Mundial de Clubes da Fifa, na quarta. Pela semifinal, o time brasileiro enfrentará o Al Ahly, equipe egípcia que fez sua primeira partida no torneio sob neve, domingo, em Toyota, mesma cidade da estreia dos paulistas.

Raphael Ramos e Vitor Marques, Agência Estado

10 de dezembro de 2012 | 13h33

"Tive uma experiência na Polônia. Eu não gosto muito, não. É difícil de atuar. Quando tinha jogo com neve, eles passavam pomada e não adiantava. Nada esquenta", comentou o volante, que sofreu com o frio já no domingo ao assistir das arquibancadas o jogo do Al Ahly contra o Sanfrecce Hiroshima.

Com a experiência de já ter jogado sob neve, Paulinho ensina como se comportar em campo para minimizar o frio. "Tem que se adaptar o mais rápido possível dentro da partida porque se você demora para entrar no jogo fica muito mais difícil", comentou o volante.

Para decepção de Paulinho, a cidade de Nagoya, onde o time está concentrado, amanheceu sob neve, o que atrasou o início do treino corintiano. O grupo treinou com os termômetros marcando 2 graus. Porém, a sensação térmica era menor por causa do vento e da umidade. "Está fazendo mais frio do que imaginávamos", disse o médico Júlio Stancatti.

"Isso tem feito com que, para evitar riscos de lesão, os alongamentos estão sendo feitos num tempo maior e mesmo assim jogadores reclamam da falta de sensibilidade nas extremidades do corpo", explicou o médico do Corinthians.

A previsão é de que a temperatura não supere os 8 graus durante o dia na cidade de Toyota, local do jogo entre Corinthians e Al Ahly, na quarta. Para a noite, período em que os jogos estão sendo disputados, a expectativa é de que os termômetros marquem 2 graus. Apesar disso, há poucas chances de chuva ou neve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.