Divulgação
Divulgação

Paulista anuncia saída do técnico Márcio Bittencourt

'Nós erramos em tudo', disse o treinador, que será substituído por Beto Cavalcante

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2014 | 20h00

JUNDIAÍ - Sem conquistar nenhuma vitória em dez jogos já disputados no Paulistão, o Paulista anunciou nesta terça-feira a saída do treinador Márcio Bittencourt. Membro da comissão técnica do clube de Jundiaí, Beto Cavalcante assumirá o cargo nas últimas cinco rodadas do campeonato.

Márcio Bittencourt assumiu o comando do Paulista na sexta rodada do Paulistão, no lugar de Giba Maniaes. Nesse período, ele somou cinco derrotas seguidas - na última delas, o time chegou a abrir 2 a 0 sobre o Atlético Sorocaba em Jundiaí, mas levou a virada no domingo.

Assim, o Paulista está na lanterna do campeonato, com apenas dois pontos, e deve ser um dos quatro rebaixados. A missão está agora com Beto Cavalcante, ex-zagueiro da equipe de Jundiaí, que vai ser o treinador nas últimas cinco rodadas - estreia sábado, contra o Rio Claro.

O rebaixamento para a Série A2 já virou realidade no Paulista. Em entrevista, os dirigentes do clube praticamente desistiram da briga pela permanência na divisão de elite do futebol estadual. E também anunciaram uma série de medidas, pensando no futuro.

Além de Márcio Bittencourt, José Macena deixou o cargo de gerente de futebol. O Paulista ainda anunciou um pequeno desmanche do elenco para enxugar as contas e terminar o campeonato estadual sem grandes dívidas. Assim, os zagueiros Lucas Pivatto e Diego Santos, o volante Mineiro e o lateral Henrique foram dispensados, enquanto Juliano e Carlão acertaram transferência para Guarani e Capivariano, respectivamente.

"Nós erramos praticamente em tudo. Em trazer o Giba Maniaes, não estamos colocando a culpa nele, porque se não deu certo a culpa é nossa. Demoramos para ter um diagnóstico a respeito dos jogadores. Não houve um feedback entre comissão técnica, gerência de futebol e diretoria. Fomos ter certeza de que tudo estava errado já na sexta rodada, quando o time tinha dois pontos em 18 disputados", afirmou o vice-presidente do clube, Cristiano Mingotti.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoPaulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.