Paulista confia num tropeço do River Plate

A derrota de 1 a 0 para o Libertad, do Paraguai, deixou o Paulista distante da classificação para a Taça Libertadores da América. Ainda com esperanças, o técnico Vágner Mancini terá muito trabalho para preparar seus jogadores para o jogo decisivo contra o El Nacional, do Equador, na próxima quinta-feira, em Jundiaí.Vencer esse confronto, entretanto, não basta. Com cinco pontos e na lanterna do Grupo 8, o time jundiaiense precisará vencer e torcer por um empate do River Plate contra os paraguaios, no mesmo dia, na Argentina. "Sabemos que é difícil o River perder, mas temos que fazer nosso papel", comentou o treinador.Antes pensar no torneio continental, porém, o Paulista terá que se preocupar com a estréia pelo Campeonato Brasileiro da Série B, neste sábado à tarde, contra o Santo André, no Estádio Jaime Cintra. Já pensando na competição, a diretoria anunciou a contratação de seu primeiro reforço. Trata-se lateral-direito Marco Aurélio, ex-Santos, e que estava na Portuguesa Santista.

Agencia Estado,

13 de abril de 2006 | 18h58

Tudo o que sabemos sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.