Paulista define quarto rebaixado

Para Portuguesa Santista, Ponte Preta, Marília, Rio Branco, Portuguesa, União São João - e até Guarani, embora esteja virtualmente livre -, a última rodada do Paulistão, hoje, é decisiva: vale a permanência na principal série regional do futebol brasileiro. Três já disseram adeus: Barbarense, Sorocaba e Inter de Limeira. Falta apenas definir o quarto time rebaixado.O União São João, com 20 pontos, é o mais sério candidato à Segundona. É o único que não depende das próprias forças. Aos demais ameaçados, basta um bom resultado hoje e estarão livres da Série A2 em 2006. Para Guarani e Portuguesa Santista, ambos com 23 pontos, a situação é bem tranqüila. Basta um empate e se garantem na Série A1. Ponte Preta e Marília, com 22, precisam de um desastre para ficarem com a quarta vaga dos rebaixados. Ou seja: a briga fica mesmo entre Rio Branco, com 21 pontos; Portuguesa, com 21; e o União São João. com 20 pontos.Porém, o calendário favorece ao time de Araras, que precisa vencer a União Barbarense, um time já rebaixado, desmotivado e desmantelado, e torcer por tropeços de Portuguesa e Rio Branco. Aí, entra a esperança do União: seus concorrentes diretos têm compromissos bem mais complicados.O Rio Branco vai a Jundiaí enfrentar o Paulista, time que está na sexta colocação, com 28 pontos, tem ótimo aproveitamento em casa e quer vaga na Copa do Brasil de 2006. Dos nove jogos disputados em Jundiaí, o Paulista venceu cinco, empatou três e perdeu só um.A Portuguesa, por sua vez, enfrenta o São Caetano, no Canindé. Trata-se de um adversário difícil, bem armado, com bons jogadores. Está em quarto lugar, com 32 pontos. E como nunca ninguém ajuda a Lusa, Estevam Soares colocará o Azulão completo em campo hoje.

Agencia Estado,

17 de abril de 2005 | 10h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.