Paulista evita desmanche e quer Tardelli

O inédito vice-título estadual deixou a cidade de Jundiaí orgulhosa e pode também evitar o tão anunciado desmanche do time para o Campeonato Brasileiro da Série B. É possível que o time só perca dois titulares, o meia Canindé e o atacante Izaías, e que ainda ganhe outros reforços. A preferência do técnico Zetti é que estes novos jogadores venham do São Paulo e um dos nomes é o atacante Diego Tardelli. O presidente Eduardo Palhares confirmou nesta segunda-feira de ressaca que a idéia é manter todo o grupo, além de reforçá-lo para a disputa da Série B. Segundo ele, o clube dispõe de recursos para manter o atual elenco e pode se reforçar a partir da parceria firmada com o PSV da Holanda, cujo contrato deve ser assinado no dia 30. "Por enquanto, ninguém deixou o elenco", garante o dirigente. Mas a saída do meia Canindé parece inevitável. Na semana passada o Paraná Clube anunciou sua contratação. Ele também faria parte da lista de reforços do Palmeiras, indicado por Jair Picerni. O atacante Izaías, na semana passada, também acertou com o Figueirense, mas depois voltou atrás quando soube que Guarani e Palmeiras também estavam de olho nele. Por outro lado, o meia Aílton deve continuar no clube. Com 19 anos, a direção do São Paulo acha que ele precisa ganhar mais experiência e que o melhor, no momento, é deixá-lo em Jundiaí. Mas o lateral Tiago, reserva e vinculado ao São Paulo, pode ir para o Paysandu. Já o lateral-esquerdo Galego, apesar de alguns sondagens, deve continuar no clube. A idéia da comissão técnica é buscar cinco reforços. Um lateral-esquerdo, dois meias, um zagueiro e um atacante. O São Paulo é o primeiro ponto de referência devido a forte ligação de Zetti com a direção do Morumbi. Outra opção é o São Caetano que tem um débito moral com o time de Jundiaí após a negociação do meia Marcinho que, curiosamente, tem seu atestado liberatório dividido entre os dois clubes: 25% do Paulista e 75% do São Caetano. O alvo seria o atacante Somália, mas que parece não estar disposto a abandonar o campeão paulista. Os jogadores foram liberados até quarta-feira. A estréia na Série B acontecerá sábado à tarde contra o Santo André, no ABC. O técnico Zetti viajou nesta segunda-feira para Milão, na Itália, onde quarta-feira participará de um jogo em homenagem aos 10 anos da morte do piloto Ayrton Senna. O técnico deve reassumir suas funções na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.