Paulista faz jogo da vida contra Inter

Na sua primeira participação dentro da Copa do Brasil, o Paulista pode ganhar uma página especial na história. Para seguir brigando pelo título, o time do interior paulista, vice-campeão estadual de 2004, tem um jogo decisivo contra o Internacional-RS, nesta quinta-feira, às 20h30, no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. Para chegar às quartas-de-final, o Paulista precisa vencer pelo menos por dois gols de diferença, porque no jogo de ida, no Estádio do Beira-Rio, os gaúchos venceram por 1 a 0, numa cobrança de falta do meia Jorge Wágner. Com a vitória por um gol a favor dos donos da casa, a vaga será definida nas penalidades máximas. O técnico Vágner Mancini, que já brilhou vestindo a camisa do Grêmio, rival do Colorado, deixa todo o favoritismo para o time gaúcho, mas acredita que "com o esforço de todos" será possível reverter a situação. Segundo ele, o fato do Inter ter vencido o primeiro jogo e possuir em seu elenco jogadores de Seleção Brasileira, reforça a tese de favoritismo. "O Inter é um time de qualidade e possui jogadores de nível muito alto", avaliou. Desde segunda-feira o elenco se concentrou num CT na cidade de Itu, se isolando do clima de expetativa gerado pela própria importância do confronto. "É o jogo das nossas vidas nesta temporada", repetiu o treinador para seus jogadores nos últimos dias. O time está praticamente definido e só existe uma dúvida no ataque, para saber quem será o companheiro de Léo. Jéferson, que atuou no empate de 2 a 2 contra o CRB pela Série do Brasileiro, teve desempenho elogiado e pode acabar vencendo a disputa com André Leonel. No meio-campo, Márcio Mossoró, que cumpriu suspensão, volta no lugar de Abraão. Esta pode ser a última partida dele no clube, uma vez que já acertou com o Fluminense. Julinho, ainda machucado, segue de fora e Fábio Vidal continua titular na lateral-esquerda. O zagueiro Thiago Mathias, que não definiu sua transferência para a Ponte Preta, treinou e pode ser opção no banco de reservas. Localizada a 55 km de São Paulo, a cidade de Jundiaí, conhecida pela tradicional Festa da Uva, vive clima de decisão. O comprometimento da torcida é tão grande, que cerca de 5 mil ingressos foram vendidos antecipadamente ao preço de R$ 10. Só mesmo o frio tem atrapalhado, mesmo porque a cidade fica na Serra do Japi, daí a origem do apelido Galo do Japi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.