Paulista, na zona de rebaixamento, demite Waldemar Lemos

Para se recuperar na Série B do Brasileirão, diretoria resolve efetivar o auxiliar Marcus Vinícius

14 de outubro de 2007 | 17h47

Após a derrota do último sábado, para o lanterna Ituano, por 3 a 2, em Jundiaí, em pleno Estádio Jayme Cintra, a diretoria do Paulista demitiu, na manhã deste domingo, o técnico Waldemar Lemos. O auxiliar Jorge Pinheiro também deixou o clube. Sem perder tempo, a diretoria já achou um substituto "caseiro". Trata-se de Marcus Vinícius, auxiliar-técnico, que agora foi efetivado. O ex-zagueiro do próprio time, com passagens por Ponte Preta e Atlético Paranaense, vinha sendo preparado para a função desde as primeiras rodadas da Série B, quando teve seu contrato encerrado e pendurou as chuteiras. A apresentação oficial acontecerá nesta segunda-feira, às 14 horas, no estádio, onde o time retoma os treinamentos. A torcida, que no último sábado apedrejou as vidraças do estádio, promete um protesto na reapresentação. Com apenas 34 pontos, o Paulista é o 18.º colocado, correndo sério risco de rebaixamento à Série C. No próximo sábado, a equipe recebe o ameaçado Avaí.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.