Paulista não vê motivos para punição

O Paulista de Jundiaí não teme ser penalizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pela confusão ocorrida no jogo diante do Grêmio, dia 11 de junho, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na ocasião houve um erro de inscrição na súmula, mas que os dirigentes acreditam ter sido contornado.No jogo, realizado no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, vencido pelo time gaúcho, por 2 a 1, o atacante André Leonel entrou em campo no decorrer da partida com a camisa 18, cuja inscrição era de Jefferson, que sequer estava relacionado para o jogo devido uma contusão."O erro foi do quarto árbitro, responsável pelo preenchimento da súmula. Mas houve a correção no momento do jogo e feita, após o jogo, uma observação do ocorrido", assegura o presidente Eduardo Palhares.Em caso de punição, o clube poderia perder seis pontos. Por ter priorizado a Copa do Brasil - faz a final na quarta-feira diante do Fluminense - o time deu pouca importância ao Brasileiro, onde ocupa a lanterna, com apenas 8 pontos ganhos em 8 rodadas. Neste sábado, em casa, o Paulista vai enfrentar o Avaí, pela nona rodada, e mais uma vez deve ter um time misto para poupar seus principais jogadores para a final de quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.