Paulista perde em casa para Penapolense e se complica no Paulistão

Time de Jundiaí soma apenas dois pontos no campeonato e marcou cinco gols em sete jogos

Agência Estado

11 de fevereiro de 2014 | 21h48

JUNDIAÍ - O Paulista continua mal no Paulistão. Nesta terça-feira à noite, mesmo atuando dentro do Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, perdeu para o Penapolense por 2 a 1, no complemento da sétima rodada do campeonato. Assim, segue com apenas dois pontos, na lanterna do Grupo C e ameaçado pelo rebaixamento.

Esta foi a segunda derrota seguida do técnico Márcio Bittencourt, que substituiu Giba Maniaes no comando do Paulista e tinha pedido anteriormente para o São Paulo. Do outro lado, foi a terceira vitória consecutiva do Penapolense - antes, bateu Mogi Mirim e São Bernardo -, o que o deixa com 12 pontos, na segunda posição do Grupo A.

Mesmo precisando da reabilitação, o Paulista entrou em campo com três zagueiros, mas dando liberdade para os alas atacarem. Assim, até ameaçou em chutes de longe. O gol, porém, foi marcado pelo Penapolense. Após o levantamento de Washington aos 34 minutos, o atacante Alex Créu desviou de cabeça no canto esquerdo do goleiro Juliano e fez 1 a 0.

O empate, no entanto, saiu no minuto seguinte. Após tabela na entrada da área, Dinélson deixou David Batista em condições de bater cruzado de perna esquerda. Este foi o quinto gol dele, os mesmos cinco gols marcados pelo time de Jundiaí no campeonato.

No segundo tempo, o Penapolense começou melhor e acertou a trave num chute de Alex Créu aos sete minutos. Aos 15, não teve erro: Douglas Tanque, que tinha acabado de entrar, desceu pelo lado esquerdo e cruzou para o desvio de Alex Créu, que fez 2 a 1.

Atrás no placar, o time da casa ficou nervoso. Aos 21 minutos, o zagueiro Emerson fez falta sobre Alex Créu e, como já tinha recebido antes o cartão amarelo, foi expulso. Em seguida, Dinelson foi substituído por Esquerdinha e recebeu vais da torcida. Ele respondeu com gestos obscenos e, ao final do jogo, ainda bateu boca com alguns torcedores. Nos últimos minutos, Raul ainda foi expulso depois de dar uma entrada violenta em Douglas Tanque, deixando o Paulista com apenas nove jogadores em campo.

No domingo, pela oitava rodada do Paulistão, o Paulista vai até a cidade de Lins para pegar o Linense, enquanto o Penapolense recebe o Santos.

FICHA TÉCNICA:

PAULISTA 1 X 2 PENAPOLENSE

PAULISTA - Juliano; Diego Macedo, Emerson e Gian (Bruno Cantanhede); Jeff Silva, Raul, Mineiro, Lusmar, Dinelson (Esquerdinha) e Jeff Silva; David Batista e Jô (Carlão). Técnico - Márcio Bittencourt.

PENAPOLENSE - Samuel; Rodnei, Jailton, Luiz Gustavo e Rodrigo Biro; Liel, Petros, Neto (Fio) e Washington; Rafael Ratão (Douglas Tanque) e Alex Créu (Lucas). Técnico - Narciso Santos.

GOLS - Alex Créu, aos 34, e David Batista, aos 35 minutos do primeiro tempo; Alex Créu, aos 15 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Aurélio Santanna Martins.

CARTÕES AMARELOS - Emerson, David Batista e Jeff Silva (Paulista); Alex Créu, Luiz Gustavo e Douglas Tanque (Penapolense).

CARTÕES VERMELHOS - Emerson e Raul (Paulista).

RENDA - R$ 23.550,00.

PÚBLICO - 948 pagantes.

LOCAL - Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.