Paulista promete invadir o Pacaembu

Empolgada com a inédita classificação para as finais do Campeonato Paulista, a torcida do Paulista promete invadir São Paulo no próximo domingo. Por enquanto, a torcida tem à sua disposição 30 ônibus cedidos por empresários da cidade, mas há a expectativa de que a torcida do Galo do Japi, como é chamado, consiga repetir a façanha de 1984, quando 17 mil pessoas estiveram no Parque Antártica na final da Divisão Intermediária, contra o extinto Vocem, de Assis. Estes ônibus foram doados por empresários da cidade e, para o torcedor, o custo da aventura de acompanhar o Paulista no momento mais importante de sua história será de R$ 15,00, o que já inclui o preço do ingresso. As passagens podem ser adquiridas na sede torcida organizada Gamor, em Jundiaí. A diretoria e a prefeitura municipal podem participar desta caravana, o que deve ampliar em muito o número de ônibus para os torcedores. O Paulista será o mandante do primeiro jogo, tendo o direito de ocupar a parte principal das arquibancadas. A torcida do São Caetano ocupará apenas o setor do Tobogã no Pacaembu. A Federação Paulista confirmou carga total de ingressos, com 39.613. A administração do clube, agora, aguarda a chegada dos ingressos no estádio Jaime Cintra. A cidade amanheceu respirando o Paulista. Nas ruas centrais ainda havia resquícios da festa da torcida, com muito papel picado na Avenida 9 de Julho. Apesar da eliminação do Palmeiras em Araras, muitos torcedores lamentam pelo fato do estádio Jaime Cintra estar interditado. "O justo seria a gente decidir o título em nosso campo. Seria um fato positivo a mais que influi numa decisão", comentou Roberto Rappa, diretor de marketing do clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.