Paulista quer 15 mil torcedores no Pacaembu

A torcida jundiaiense está entusiasmada com o sucesso do Paulista no Campeonato Paulista. Depois de passar pelo Palmeiras e chegar à tão sonhada decisão, a expectativa é de grande procura pelos ingressos da decisão que começam a ser vendidos nesta quinta-feira nas bilheterias do Estádio Jayme Cintra. O Paulista tem direito a 15 mil ingressos. Nesta quarta-feira, a torcida Gamor Força Jovem já vendia os pacotes para o torcedor ir de Jundiaí para São Paulo. No total, a organizada espera que os 1.500 pacotes esgotem ainda nesta quinta. "Está todo mundo empolgado. Tenho certeza que vamos colocar 15 mil torcedores dentro do Pacaembu", afirma Alexandre Fehr, diretor da organizada. Mais uma vez, a Gamor pede o apoio de empresários e comerciantes da cidade para alugar o transporte. A prefeitura também prometeu colocar alguns ônibus à disposição."A cada dois ônibus que lotamos, conseguimos bancar o aluguel de mais um", explica Alexandre. O torcedor que acompanha a organizada paga R$ 15 pelo ingresso e transporte. Além dos ônibus, o Paulista e a prefeitura conseguiram junto a CPTM (Companhia dos Transportes Metropolitanos) três comboios especiais para os torcedores que preferirem ir ao estádio de trem. As composições sairão em três horários (11h, 12h e 13h) de Jundiaí com destino à Barra Funda. Nesse caso, o passageiro pagará R$ 1,70 para ir a São Paulo e R$ 1,90 para retornar a Jundiaí. Nas ruas, vendedores ambulantes começam a faturar com a venda de bandeiras de todos os tamanhos com as cores e o escudo do Paulista. "O time precisou chegar na final para saírmos vendendo produtos com as cores do Paulista", disse o ambulante Antônio Pedro Alcântara, que perambulava pelos semáforos cobrando R$ 10 por bandeira. No comércio, a camisa do Paulista também começa a fazer sucesso. Porém, o torcedor sofre para achar o uniforme. O Paulista, que passou o campeonato todo sendo vestido pela Penalty, passa a usar os uniformes da Passarela, uma empresa da cidade, a partir da partida de domingo. E as novas camisas ainda não chegaram às lojas. Porém, o torcedor que se arriscar a comprar o novo material esportivo deve se precaver, já que com o início da Série B do Campeonato Brasileiro o Paulista passará a ser vestido pela Topper.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.