Paulista quer evitar clima de vingança

Motivado pela goleada aplicada sobre o São Caetano por 4 a 1, o Paulista vai a São Paulo nesta quarta-feira, procurando surpreender o Palmeiras mais uma vez. Foi com uma vitória nos pênaltis sobre o Alviverde, que o time de Jundiaí garantiu uma vaga na final do Paulista do ano passado e agora espera um adversário motivado, em busca de vingança.Os jogadores do Palmeiras declararam durante a semana que depois de se vingarem do Santo André, pela eliminação na Copa do Brasil, querem vingança contra o Paulista. Para o técnico Vágner Mancini, no entanto, o jogo não pode ser levado para este lado. "Vamos para São Paulo apenas pensando em jogar futebol. Queremos buscar a vitória e para isso precisamos ter equilíbrio emocional. Não podemos ficar preocupados em reviver coisas antigas, do passado", comentou o treinador.Sobre o time, a única dúvida é sobre a escalação do atacante Davi, que torceu o tornozelo durante os treinamentos. Caso não seja aproveitado, Mancini manda a campo Cristian. "Mesmo que o Davi se recupere vou esperar para definir meu time. Vou ver o que o Estevan Soares vai mandar a campo. Posso mandar um time mais cauteloso, com três volantes", admitiu.O atacante Davi é o mesmo que passou mal durante o jogo com o São Caetano. Ele sentiu falta de ar e dor no peito, dando susto em campo e acabou sendo substituído. No entanto, o médico João Luiz Pereira da Silva Neto disse que Davi não apresentou nenhum a normalidade durante os exames realizados, descartando também qualquer problema cardíaco. O Paulista é sétimo colocado no Paulistão com três pontos conquistados. Na estréia perdeu para o Santo André, por 2 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.